Powered by Rock Convert

Alguma vez você já pensou em quanta diferença faria na lucratividade do seu escritório contábil e na qualidade dos serviços prestados, caso mudasse a forma de se relacionar (e de atender) seus clientes?

Estamos falando do conceito da contabilidade consultiva!

Trata-se de um nível mais próximo e integrado de prestação de serviços contábeis, indo além da parte somente contábil e fiscal, mas tendo uma participação ativa na realidade da empresa do cliente, orientando e atuando como uma verdadeira consultoria. 

Para entender mais sobre esse novo conceito dentro da contabilidade e como seu escritório pode lucrar mais dessa forma, confira o artigo!

O que é contabilidade consultiva?

Caso você tenha achado essa possibilidade interessante para seu escritório contábil, deve estar se perguntando: o que exatamente é a contabilidade consultiva?

Ao longo do tempo, foi se criando a imagem do contador apenas como aquele profissional que realiza balanços contábeis, calcula impostos, faz fechamentos, entre outras funções semelhantes.

Na realidade, o trabalho do contador não se resume apenas a isso. O próprio juramento do contador mostra isso. Você se lembra do juramento?

“Fazer do seu trabalho um instrumento de controle e orientação útil e eficaz para o desenvolvimento da sociedade e do país”. 

Quando pensamos na realidade das empresas do Brasil, em que a maioria fecha as portas antes de completar 5 anos de vida, fica ainda mais clara a importância da contabilidade consultiva. 

Resumidamente, a contabilidade consultiva pode ser definida como a utilização da Ciência Contábil para perceber e analisar indicadores financeiros em balancetes, declarações, fechamentos contábeis e escriturações.

Na prática, isso quer dizer identificar “doenças nas finanças” das empresas, propor mudanças, estratégias e diversas outras medidas para garantir a saúde financeira dos negócios nos quais atua. 

Saiba mais:

7 dicas para modernizar seu escritório contábil e aumentar a produtividade 

Benefícios da contabilidade consultiva 

Agora que já esclarecemos o conceito de contabilidade consultiva, você deve estar se perguntando: “por que devo implantar no meu escritório?”.

Talvez você acredite que seu modelo atual de contabilidade tradicional funcione bem e apresente resultados satisfatórios. Isso deve mesmo ser verdade. No entanto, a ideia aqui é  abrir sua mente para novas possibilidades de atuação do seu negócio, o que pode gerar inúmeros benefícios.

Confira os principais: 

1. Aumento de produtividade 

A contabilidade consultiva é mais eficiente. Isso porque tem como uma das bases a automação de processos burocráticos, a fim de otimizar o tempo do contador.

Com a redução de demandas diárias (focadas em cálculos, escrituração, coleta manual de notas fiscais e afins) seus colaboradores conseguem ter mais qualidade no ambiente de trabalho, mais produtividade e por consequência, maior lucro para seu negócio. 

2. Aumento da confiança cliente-contador 

Quando seu cliente não entende o que você fala ou faz, é mais difícil propor mudanças. A contabilidade consultiva tende a reduzir esse problema, já que o foco é trazer a contabilidade para perto do dia a dia negócio do cliente. 

Assim, ao perceber que está tendo seu caso avaliado de forma cuidadosa e detalhada, seu cliente muito provavelmente confiará mais em você, o que também contribui para a fidelização da carteira de clientes. 

Leia mais: 

Como melhorar a comunicação entre contador e cliente?

3. Concretizar o seu diferencial 

No site do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), é possível identificar mais de 358 mil escritórios de contabilidade ativos em todo o território brasileiro. Na prática isso quer dizer um mercado muito disputado, onde se torna essencial que você apresente um diferencial. 

Por que o empresário vai escolher a sua empresa? 

Para muitos empresários, o serviço contábil ainda é aquela atividade “chata, mas necessária”, igualando todos os escritórios de contabilidade. A contabilidade consultiva – com seu caráter de análise e aconselhamento – traz um diferencial aos seus serviços. 

Como a contabilidade consultiva ainda é uma novidade entre a maioria dos escritórios contábeis, aderir a essa nova forma de atuação o quanto antes pode colocar seu escritório em uma posição de destaque frente à concorrência. 

Como vender contabilidade consultiva

Se neste ponto você já está considerando implantar a contabilidade consultiva em seu escritório, você está num caminho de transformação e inovação que, com certeza, poderá trazer bons resultados ao seu negócio contábil. 

Powered by Rock Convert

Uma dúvida muito comum é: como começar essa implantação? Como introduzir o novo conceito aos seus clientes, especialmente se eles nunca ouviram falar?

1. Faça um bom planejamento

Para a implantação de qualquer novo sistema ou forma de trabalho, você vai precisar de um bom planejamento. 

Inclua no seu planejamento reuniões com sua equipe, planos para automatização de rotinas, identificação de tipos de clientes com mais possibilidade de aderir, além de metas para a avaliação de resultados.

Tudo isso será importante para que essa transição seja bem-sucedida.

2. Automatize rotinas 

Para que a contabilidade consultiva seja implantada, seu escritório de contabilidade precisa contar com certas automações de rotinas. Quanto mais atividades estiverem rodando de forma automatizada, mais eficiência e produtividade será obtida, e isso será transferido para seus clientes. 

Dentre eles os principais benefícios disso, podemos citar:

  • Redução de gastos.
  • Aumento de produtividade.
  • Redução de erros e retrabalho.
  • Melhora no cumprimento de prazos.
  • Maior lucratividade. 

Um dos principais serviços de automação que você pode implantar no seu negócio e para seus clientes é um sistema de emissão de notas fiscais, como o da DIGISAN. Por ele, você é capaz de emitir notas com muito mais velocidade e segurança que com emissores gratuitos. 

Além disso, o software da DIGISAN ainda armazena especificações dos principais tributos (Cofins, PIS, ICMS) e calcula o valor exato a ser pago, possibilitando o envio automático para colaboradores e clientes. 

Na DIGISAN você ainda encontra a integração de sistemas. Uma funcionalidade mais do que essencial para aumentar a produtividade do seu escritório. 

Saiba mais: 

10 vantagens da DIGISAN para emissão de NF-e

3. Mapeie os tipos de cliente do seu escritório

Apesar de extremamente benéfico, é preciso que você estude previamente sua carteira de clientes a fim de detectar quais clientes possuem mais ou menos probabilidade e adequação para que você ofereça o serviço.

Alguns tipos de clientes podem ser mais facilmente convertidos do que outros. Dividimos esses clientes em 3 grupos básicos: 

  • Clientes com baixo potencial de conversão

São aqueles clientes mais desorganizados, que têm dificuldade para cumprir a entrega de documentos e, geralmente, não se sentem muito confortáveis para falar sobre as questões contábeis e fiscais do negócio ou sobre possibilidades de melhorias.

Esses são os clientes mais difíceis de converter e exatamente por isso, devem ir para o fim da fila em seu planejamento. 

  • Clientes com médio potencial de conversão 

Esse é o grupo de clientes que costuma reagir bem às sugestões que você e seu escritório transmitem, e também se atentam bastante aos prazos.

No caso desses clientes, a contabilidade consultiva pode ser introduzida aos poucos, como algo adicional aos serviços tributários e fiscais, sempre focando nas possíveis melhorias e ganhos que o negócio do cliente pode alcançar com as mudanças. 

  • Clientes com alto potencial de conversão 

São os clientes já naturalmente mais alinhados ao conceito de contabilidade consultiva. Eles provavelmente já pedem conselhos e orientações, procuram relatórios mais detalhados, são muito cuidadosos com todos os processos de documentação e receptivos com inovações

Ao começar com esse tipo de cliente, você otimiza seus resultados e aumenta o percentual de clientes atendidos pela contabilidade consultiva com maior rapidez.

Além disso, à medida que seus colaboradores internos vão ganhando experiência na prestação desse serviço, o serviço tende a melhorar, gerando mais confiança em seu escritório e tornando mais fácil de expandir para outros clientes. É um ciclo virtuoso! 

4. Analise e desfrute dos resultados

Queremos que você veja os bons resultados da contabilidade consultiva por si mesmo. Por isso, não deixe de fora a coleta e a análise de resultados, depois da implantação de uma nova rotina de trabalho. 

Temos certeza de que você experimentará melhores indicadores de produtividade, satisfação de colaboradores e clientes, maiores lucros e a diferenciação do seu escritório de contabilidade no mercado de trabalho.

Para isso, antes de implementar o serviço em qualquer cliente, é fundamental ter indicadores prévios para comparar com os resultados apresentados nos meses e anos seguintes.

Seja parceiro DIGISAN 

Neste artigo você conferiu como a contabilidade consultiva pode ser um divisor de águas na realidade do seu negócio contábil e das empresas de seus clientes. Essa mudança representa facilidade, segurança e modernidade para seus clientes e mais lucratividade para você.

A DIGISAN quer participar no crescimento da sua empresa! Por isso, os contadores que decidem ser parceiros da DIGISAN podem usufruir do seu sistema de emissão ilimitado de notas e certificados digitais de maneira gratuita.

Funciona assim: primeiro registre-se (pessoa física ou jurídica) como um parceiro DIGISAN gratuitamente. Depois, é só chamar os seus clientes para contratar o serviço. 

Acesse nosso site para se tornar hoje mesmo um contador parceiro da DIGISAN!

Categorias: Gestão Contábil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Faça o download deste conteúdo ao final do post.