Powered by Rock Convert

Fraudes fiscais são quaisquer ações dentro de uma empresa, internas ou externas, que visem o benefício ilícito de seus participantes, relacionadas ao pagamento de tributos. Também é conhecida como evasão ou sonegação fiscal.

Assim, esse tipo de fraude pode ocorrer internamente, quando dados contábeis são alterados, visando reduzir o pagamento dos impostos devidos, mas também podem ocorrer externamente, sem que o dono do negócio sequer fique sabendo.

Seja quais forem suas condições, as fraudes fiscais são classificadas como crime e podem gerar tanto prisão (2 a 5 anos, de acordo com a Lei 8.137) quanto pesadas multas.

Para prevenir que você ou o seu negócio sofram com esse problema, acompanhe o artigo para descobrir como proteger a empresa contra fraudes fiscais!

As fraudes fiscais mais comuns

Como dito acima, as fraudes fiscais podem ser classificadas como internas ou externas, tendo inclusive aumentado desde o início da pandemia.

De acordo com uma pesquisa recente, conduzida pela Association of Certified Fraud Examiners (ACFE), em parceria com a Grant Thornton, 51% das empresas entrevistadas relataram mais fraudes desde o início da pandemia. 

Dentre as mais comuns, podemos citar:

1. Fraudes fiscais internas 

  • Sonegação/evasão fiscal – Alteração de escriturações e documentos contábeis para a redução de impostos devidos.
  • Desvio financeiro – Utilização de capital da empresa para atividades indevidas.
  • Superfaturamento de compras – Notas fiscais indicam um valor muito maior do que o efetivo preço do produto ou serviço.
  • Falsificação de documentos – Infratores podem se utilizar de documentos falsos para disfarçar desvios de dinheiro, introduzindo valores-fantasma que não correspondem à realidade financeira.

2. Fraudes fiscais externas mais comuns

  • Emissão de notas fiscais por terceiros – Ação realizada sem o conhecimento da empresa, podendo gerar muitos problemas para o negócio, já que, uma vez emitida, a nota é de responsabilidade do CNPJ indicado.
  • Crimes cibernéticos – Esse tipo de infração engloba ações como o vazamento ou o sequestro de dados, a corrupção e a perda de documentos digitais, podendo gerar tanto prejuízos financeiros quanto impactar a imagem da empresa.

Confira, neste artigo, 5 dicas de como evitar problemas com a fiscalização e manter seu negócio (e você) longe de problemas!

Como proteger a empresa contra fraudes fiscais?

A luta contra fraudes fiscais deve ser diária e constante, aliando medidas de prevenção, proteção e ação em momentos de crise.

Felizmente, ao mesmo tempo que as novas tecnologias podem permitir novas modalidades de fraude, também podem ser instrumentos eficientes para combatê-las.

Confira abaixo as principais dicas de como proteger sua empresa contra fraudes fiscais:

1. Proteja suas informações online 

Uma das maneiras mais eficientes de proteger as informações e documentos da sua empresa é por meio da criptografia de dados em nuvem. Dessa forma, mesmo que o sistema seja invadido, criminosos terão muito mais dificuldade para decodificar as informações e você poderá recuperar os dados mais rapidamente.

Não basta investir em qualquer antivírus e achar que está 100% seguro: busque sistemas especializados na proteção de informações e documentos, como a DIGISAN.

Somos referência em soluções tecnológicas e com o emissor de notas fiscais, garantimos maior segurança para as suas informações e arquivos fiscais.

Quer saber por que o emissor DIGISAN é a melhor opção para seu negócio? Neste conteúdo do nosso Blog, a gente te dá 10 boas razões!

2. Organize a sua gestão contábil 

As chances de ser surpreendido por fraudes fiscais é muito menor quando sua gestão contábil é organizada. Afinal, todas as movimentações são acompanhadas de perto, possibilitando a percepção rápida de qualquer irregularidade.

O primeiro passo para organizar sua gestão contábil é garantir que todas as notas fiscais do seu negócio estejam devidamente armazenadas.

A perda de documentos fiscais, afinal de contas, é um problema mais comum do que se imagina e, apesar de não configurar em si uma fraude fiscal, pode ser difícil de provar que foi feito sem más intenções.

Powered by Rock Convert

Confira uma lista com 5 dicas para otimizar a gestão contábil da sua empresa!

Um emissor especializado de notas fiscais como a da DIGISAN também pode te ajudar com isso, sendo facilmente navegável e possibilitando o acesso rápido a todos os documentos fiscais já emitidos.

Por fim, se você não tem experiência com contabilidade, pode ser o seu sinal para contratar um contador profissional: o sistema tributário brasileiro não é brincadeira e pode acabar te causando problemas uma hora ou outra, se você não o compreender.

Toda empresa é obrigada a ter contador? Descubra a resposta neste outro artigo!

3. Checagem periódica de notas

A checagem periódica de notas fiscais, a partir do CNPJ, no endereço eletrônico da SEFAZ é uma maneira de garantir que notas frias não estão sendo emitidas sem o conhecimento da sua empresa.

Contudo, não é difícil imaginar o quão custoso esse processo pode ser. Afinal, é preciso chegar nota a nota. Em qualquer negócio, esse emprego de tempo é inviável.

Emissores especializados de notas fiscais, contudo, podem realizar a checagem de maneira automática e diária, alertando caso encontrem ocorrências suspeitas.

Tudo isso economiza muito tempo e dinheiro!

Aprenda a fazer uma gestão de NF-e muito mais prática, rápida e segura em sua empresa com as dicas deste artigo!

4. Automatize seus processos 

Durante o artigo você pôde perceber que a digitalização e automatização de processos exercem papéis importantes na maioria das dicas de prevenção contra fraudes digitais apresentadas.

Isso não é sem razão: afinal, empresas como a DIGISAN se especializam em procurar por soluções para manter os negócios cada vez mais produtivos e seguros.

Como um empreendedor do futuro, considere utilizar a tecnologia ao seu favor: pode parecer um investimento desnecessário quando um problema ainda não aconteceu, mas o auxílio em momentos de vulnerabilidade causados por fraudes fiscais é indispensável.

Proteja sua empresa contra fraudes digitais: conte com a DIGISAN

O bom gerenciamento de notas fiscais é o primeiro passo para organizar seu negócio e se prevenir contra fraudes fiscais.

Para isso, conte com um bom emissor de NF-e para geração de notas fiscais e armazenamento e envio de arquivo de XML de forma eletrônica, automática, ágil e segura.

A DIGISAN é referência em soluções tecnológicas, oferecendo diversos serviços, como certificação digital, emissor de notas fiscais, parcerias com contadores, entre outros.

Caso a sua contabilidade seja uma Parceira DIGISAN, ela recebe a nota fiscal automaticamente, tornando o seu dia mais produtivo.

Quer saber como emitir NF-e e NFC-e de forma ilimitada e barata? Clique no botão abaixo e peça seu teste grátis de 7 dias!

QUERO MEU TESTE GRÁTIS DO EMISSOR DIGISAN!

como reduzir os custos durante a crisePowered by Rock Convert

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Faça o download deste conteúdo ao final do post.