Powered by Rock Convert

Uma empresa ainda pode emitir nota fiscal manual? Essa é uma dúvida muito comum entre empreendedores de todos os ramos. Sabemos que à medida que a tecnologia vai avançando muitas mudanças vão ocorrendo.

Nesse contexto, as empresas também são diretamente atingidas e muitos dos processos que, antigamente, eram amplamente utilizados tornaram-se totalmente obsoletos e inviáveis. Isso foi o que aconteceu com a nota fiscal manual.

No artigo de hoje, pretendemos responder a pergunta inicial, bem como esclarecer outros pontos importantes sobre a emissão de NFe. Confira!

Qual é a importância da nota fiscal eletrônica?

A Nota Fiscal eletrônica (NFe) surgiu em meio a contexto de muitas mudanças no cenário tecnológico mundial. Como toda novidade que muda processos dentro de uma empresa, inicialmente, alguns empresários torceram o nariz para novidade.

Afinal, muitas pessoas queriam ficar utilizando o velho método manual de emitir suas notas, tendo em vista a facilidade que desse tipo de processo, principalmente, quando era necessário cancelar uma nota fiscal — além de dispensar a necessidade de software e computadores.

Porém, atualmente, não dá para negar que o surgimento da NFe proporcionou incontáveis benefícios para as empresas. Isso porque, a partir dela, surgiram vários mecanismos de integração de dados que transformaram totalmente o ambiente empresarial. Ela transformou cada departamento da empresa mais interligado a outros setores e possibilitou a troca de informação entre eles.

A partir desse ponto, outras tecnologias foram surgindo para beneficiar as empresas. Utilizando todas as possibilidades que o projeto do Governo Federal proporcionou aos empresários e gestores brasileiros. Podemos citar como exemplo disso o armazenamento de notas fiscais em servidores na nuvem.

Ainda é possível emitir nota fiscal manual?

Agora, a pergunta que não quer calar: uma empresa ainda pode emitir nota fiscal manual? A resposta poderia ser diretamente um sim, para Microempreendedores Individuais (MEI). Nesse caso ainda podem existir negócios que têm uma isenção de nota fiscal eletrônica — porém isso é muito raro. Por outro lado, hoje, toda empresa tem obrigação de emitir nota fiscal eletrônica, seja ela uma prestadora de serviço ou um negócio que comercializa produtos.

A exigência pela emissão de NFe foi um processo que atingiu as empresas gradativamente. O Governo Federal criou um cronograma em que apenas alguns empreendimentos inicialmente eram obrigadas a fazer a emissão; em seguida, outras passaram a ter a obrigatoriedade até atingir o número máximo que temos hoje.

Diante disso, podemos afirmar que, desde o microempreendedor individual até as grandes empresas que têm faturamento mais elevado, há a presença da emissão da nota fiscal eletrônica. Isso faz com que todos esses empreendimentos sejam obrigados a investir em tecnologia para poder emitir seus documentos fiscais digitais, bem como para otimizar a sua gestão.

Com essa inovação, surgiram diversas empresas que fazem esse trabalho, entretanto, existem aquelas que são especializadas em fornecer soluções específicas. Um exemplo disso é a DIGISAN. Vamos apresentar para você algumas vantagens de utilizar a nossa solução para emissão de documentos fiscais a seguir.

Powered by Rock Convert

Quais são as vantagens de utilizar os serviços da DIGISAN?

Agora vamos falar um pouco sobre os principais benefícios de utilizar o software da DIGISAN para emitir as suas notas fiscais eletrônicas.

Economia de papel

Um dos principais benefícios que a nota fiscal eletrônica trouxe para as empresas, sem dúvidas, foi a economia de papel. Isso se deve, principalmente, pelo simples fato de a NFe não ter a necessidade de ser impressa para ser entregue ao cliente.

A NFe nada mais é do que um arquivo digital, e ele pode ficar armazenado exclusivamente na internet. Juntamente a ela, também é emitido o que chamamos de: Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFe). Trata-se de um papel que demonstra as informações contidas no documento fiscal que foi emitido e pode ser impresso para entregar o cliente ou, simplesmente, enviado por e-mail.

Além disso, a economia de papel pode se refletir positivamente no financeiro da empresa. Isso porque, com o formato antigo, as empresas eram obrigadas a comprar formulários específicos utilizados exclusivamente para emissão de seus documentos fiscais — ou investir em blocos que eram feitos em gráficas especializadas.

Com o fim da nota fiscal manual, além de as empresas não terem mais a necessidade de imprimir os documentos fiscais, quando isso é preciso, a impressão pode ser feita com folhas de modelo A4 ou Ofício, que são comumente utilizadas nos escritórios.

Redução de custos de armazenamento

Não podemos deixar de mencionar a redução no custo de armazenamento de notas fiscais. Quando as notas fiscais eram emitidas de forma manual, todo negócio era obrigado a manter esses papéis guardados em caixas que ocupavam o espaço de salas específicas para essa função.

Além disso, corriam um sério risco de perder esses documentos com o passar do tempo, o que poderia gerar prejuízos severos, considerando o fato de que todo empreendimento é obrigado a manter os seus documentos fiscais guardados por, no mínimo, cinco anos.

Como a NFe é um documento totalmente digital, a necessidade de armazenar papéis em caixas e arquivos caiu totalmente por terra. Esse novo formato de documento fiscal é armazenado em servidores na nuvem — a forma mais segura de armazenar nota fiscal — ou em computadores utilizados exclusivamente para esta finalidade.

Credibilidade no mercado

Por fim, é importante que você conte com a ajuda de uma empresa que já tenha credibilidade no mercado, ou seja, uma prestadora de serviços nessa área que já tenha conhecimento e expertise para entender a sua necessidade e oferecer as melhores soluções ao seu negócio.

Sendo assim, ao contratar um sistema da DIGISAN, você tem todos esses benefícios, além do atendimento especializado e personalizado que oferecemos às empresas que são nossas clientes.

Agora você já tem a resposta para a pergunta que deu início ao post! Hoje, quem não se adapta às soluções tecnológicas e à nova realidade empresarial está fora do jogo. Então, siga as dicas que foram apresentadas e contrate um bom software fornecido por uma empresa especializada e comece hoje mesmo a gestão e a emissão eletrônica de suas notas fiscais.

Que tal ficar por dentro de todas as novas postagens que realizarmos a partir de agora? Faça o seu cadastro e fique atento às novidades!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Renan Mesquita

Resolvedor de qualquer problema da DIGISAN. Entusiasta de Marketing Digital, Experiência do Usuário e por transformar positivamente a vida do micro, pequeno e médio empresário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Faça o download deste conteúdo ao final do post.