Powered by Rock Convert

As demonstrações contábeis são conjuntos de relatórios que fornecem dados e informações importantes para que a gestão da empresa possa tomar decisões acertadas sobre o futuro do negócio.

Muitas das deliberações que existem dentro de uma organização são efetuadas com base em informações pouco confiáveis ou, ainda, em dados que foram extraídos da mera percepção dos gestores.

Isso pode ser prejudicial e arruinar a saúde financeira de um negócio. Pensando nisso, resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos quais são as principais demonstrações contábeis de um negócio e a sua importância. Acompanhe!

Balanço Patrimonial

O Balanço Patrimonial é uma das demonstrações contábeis mais conhecidas pelos empresários brasileiros. Entretanto, eles não lhe dão a real importância que tem para um negócio.

Além de ser uma obrigação de toda organização empresarial legalmente constituída, o Balanço — como é popularmente conhecido — pode proporcionar informações e insights poderosos para o seu empreendimento.

Ele é dividido em dois grandes grupos: o Ativo e Passivo. No primeiro, são inseridos todos os bens e direitos que a empresa possui. Ou seja, todo o dinheiro em caixa e bancos, veículos, móveis e utensílios, terrenos e outros imobilizados (bens). Também compõem esse grande grupo os créditos a receber e clientes (direitos).

No Passivo, são incluídas todas as obrigações de uma empresa, sejam elas com fornecedores, empregados, bancos ou instituições financeiras. Nesse grupo, também encontramos o Patrimônio Líquido, que é, basicamente, o dinheiro que os sócios colocaram na empresa quando da sua abertura ou ao longo da existência.

O Balanço Patrimonial é uma peça contábil que oferece informações como: saldos a receber de clientes, débitos com fornecedores, situação dos empréstimos bancários e financiamentos, bem como os valores que foram distribuídos aos sócios durante o ano.

Além disso, com ele, é possível extrair os índices financeiros, que são dados que fornecem informações cruciais sobre a saúde financeira do negócio e sua capacidade de geração de resultados, mas isso é assunto de outro tópico deste artigo.

Demonstração de Resultados (DR)

Agora, vamos tratar de outra peça contábil muito importante e que anda de mãos dadas com o Balanço Patrimonial — a Demonstração de Resultados (DR). Esse demonstrativo tem como objetivo principal apresentar o lucro ou prejuízo que a empresa teve no período.

Enquanto o Balanço demonstra o patrimônio da empresa, seus bens, direitos e obrigações, a DR tem a função de registrar todas as receitas provenientes de vendas ou prestação de serviços, assim como os gastos (despesas e custos) e tributos que foram pagos durante um período.

Powered by Rock Convert

Além de servir para demonstrar o lucro ou prejuízo que a empresa obteve, a DR também pode ser utilizada para analisar a flutuação de receitas e gastos do seu empreendimento e, assim, verificar se esses elementos cresceram ou diminuíram com o passar do tempo.

Com isso, a gestão da empresa pode avaliar se é necessário realizar uma auditoria nas despesas para verificar se existem gargalos ou desvios que estão prejudicando a lucratividade do negócio.

Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC)

A Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) é uma peça contábil menos utilizada, entretanto, de extrema importância para o sucesso de qualquer negócio, independentemente do seu tamanho ou tempo de mercado.

O objetivo principal desse demonstrativo é apontar como as entradas e saídas de recursos ocorreram na empresa, além de sua destinação. Apesar de ter o nome “caixa”, a DFC deve demonstrar toda a movimentação financeira em espécie, seja ela originada do banco ou do próprio caixa físico da empresa.

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)

A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) também é uma peça contábil que acaba sendo negligenciada por muitos empresários. Entretanto, ela é fundamental para o sucesso de um negócio.

Por meio dela, é possível verificar como o patrimônio líquido flutuou ao longo dos anos. Isso ocorre porque, além de registrar as integralizações de capital e as distribuições de lucro aos sócios, ela também absorve os lucros e prejuízos que foram auferidos em um período.

Índices Financeiros

Os índices financeiros são demonstrativos extraídos do Balanço Patrimonial de uma empresa. Eles têm como finalidade principal demonstrar a capacidade financeira da empresa, seja para gerar resultados com os recursos que ela possui, seja para pagar as dívidas que compõem o seu património. Alguns dos índices mais utilizados são:

  • índice de liquidez geral: demonstra a capacidade da empresa de pagar suas contas com o seu patrimônio existente;
  • índice de liquidez corrente: mostra se a empresa tem capital suficiente para arcar com suas dívidas de curto prazo;
  • índice de solvência geral: mostra a capacidade da empresa de pagar suas contas de curto prazo;
  • grau de endividamento: demonstra o endividamento total da empresa, considerando as contas do seu passivo e as disponibilidades existentes no ativo;
  • composição do endividamento: demonstra, basicamente, o percentual da dívida da empresa que está alocado no curto ou longo prazo.

Além desses, existem outros indicadores que podem ser solicitados por bancos e instituições financeiras para conceder empréstimos, financiamentos ou linhas de crédito.

A importância das demonstrações contábeis para um negócio

As demonstrações contábeis são fonte de informações precisas de sua empresa. Nesse sentido, fica muito fácil entender a sua importância. Afinal, por meio delas, um empresário pode saber exatamente a situação financeira e patrimonial do seu negócio e verificar se é necessário tomar medidas para solucionar alguma questão com urgência.

Nesse sentido, podemos afirmar que elas são devem nortear toda tomada de decisões dentro da empresa. Sem informações precisas e completas, um empresário pode ser motivado a tomar decisões equivocadas, que podem prejudicar o sucesso e crescimento de uma empresa.

Portanto, jamais negligencie a importância das demonstrações contábeis. Ao contrário, estude-as e esteja sempre atualizado sobre as que são geradas em sua empresa. Faça delas o mapa que levará o seu empreendimento ao sucesso, crescimento e desenvolvimento constante.

Gostou do artigo de hoje? Que tal ficar mais um tempinho por aqui e continuar obtendo conhecimentos para aplicar no seu negócio? Então, confira o post que preparamos para você. Nele, mostraremos as principais obrigações fiscais das empresas.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Renan Mesquita

Resolvedor de qualquer problema da DIGISAN. Entusiasta de Marketing Digital, Experiência do Usuário e por transformar positivamente a vida do micro, pequeno e médio empresário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Faça o download deste conteúdo ao final do post.